Criadeira porque minha cabeça é uma criadeira só: cria ideias, histórias, imagens, cria filhas, cria o almoço e o enfeite da saia. Criação mais brincadeira. Brincadeira de criação. Uma ideia que pula dá dica pra outra que nasce.

Tito

Tito

Quando você conhecer o Tito, tomara que abra um sorriso ao lembrar das brincadeiras do amigo mais engraçado e implicante da turma.

Miro

miro

Quando você conhecer o Miro, é provável que tente se lembrar do nome daquele menino que você reencontrou, já adulto, e por poucos instantes ele te olhou com afeto, não disse nada, e foi embora.

Chico

chico

Quando você conhecer o Chico, pode acontecer de se lembrar de meninos com quem você conviveu por pouco tempo, mas nunca esqueceu. Um tipo de encanto intenso, que volta e meia perfuma, num reparo de memória. Com um sorriso, talvez você se pergunte: – Onde ele estará agora?

Alva

alva

Quando você conhecer a Alva, é possível que se lembre de uma amiga de infância, e dos sonhos que ela te contou um dia. E então talvez envie a ela desejos de que sejam muitos os realizados, até agora.

Convite

JoaoConviteElet

Obrigada a todos pelo carinho! Muito bom tudo isso. Este é o convite com as informações do lançamento, que também estão na página do evento criada pela Pólen Livros

João

JoaoCapa

Acho que todo mundo aí sabe o tamanho da alegria do que vou contar aqui: Convido todos vocês para o lançamento De João para Seis Irmãos, com textos e ilustrações de minha autoria, edição da Pólen Livros.
Estou tão feliz por realizar minhas histórias em livros, poder reunir pessoas queridas e compartilhar! O primeiro não poderia ser mais especial: escrevi há alguns anos, inspirada nas histórias de infância do meu pai, menino marceneiro do interior de São Paulo, e de seus seis irmãos queridos, que no livro se chamam Alva, Chico, Miro, Tito, Elizabeth e Bento. Conto mais até o lançamento, que vai ter oficina de marcenaria para as crianças. Venham!

Pequena História de Mim

Lançado


A livraria já estava cheia quando chegamos. Muito carinho trazido para celebrar comigo. Amigos de sempre, amigos de agora, família inteira. Crianças que eu vi nascer passando olhos e mãozinhas nas páginas, puxando a chuva, rodando a lanterna, procurando a pegada do boi. “Que feliz!”, pensei.
Ia passando devagar, recolhendo cada emoção, quando um menino que eu não conhecia abriu seu livro e me falou: “– Você autografa pra mim? Aqui no desenho da ciranda. Eu gostei.”

Criadeira

 

Criadeira porque minha vida é uma criadeira só: crio ideias, crio filhas, crio um almoço só com os ingredientes que tem na geladeira, crio uma solução, a festa e o enfeite da saia.
Criação + brincadeira.
Brincadeira de criação.
Uma ideia que pula dá a dica para outra que nasce.

Encontro


• 1 •
– Sua filha está aproveitando tanto a aula!
– Ela adora…Você tem um cd pra gente continuar brincando em casa?
– Estamos fazendo.
– Que legal! Já tem quem faça o projeto gráfico?
– Ainda não.
– Eu sou designer. Se você quiser conhecer meu trabalho, vou adorar.
• 2 •
– Oi Ro. Pensamos no nome do cd: Canteiro. O que você acha?
• 3 •
(chorando, emocionada) – O Dominguinhos acabou de sair daqui…
• 4 •
(eu na maternidade) – Eu e a Teresa resolvemos que as ilustrações vão ser as suas, tá?
• 5 •
– Ai que vontade do Canteiro virar multimídia, dvd, livro,…
– Vamos fazer?
• 6 •
– Ligaram da editoraaaaaaa!
• 7 •
– Tô perdida.
– Eu também.
– Pára ali para perguntar.
– Lembrei daquela esquina. Já passamos por aqui, né?
– Não faço ideia. Eu tenho que ouvir alguém explicar.
– É ali.
– Então vai. Até perdidas a gente é assim: você é “os óio” e eu “as oreia”.
• 8 •
(caixa postal do celular) – Oi Ro! Estou na estrada, compondo uma música sobre o livro. Ouve e me fala o que acha: “Pra onde o livro…”
• 9 •
– O que você acha de…
– Adoreeei. Só quem vivencia o trabalho com as filhas poderia fazer isso. Tinha que ser você.
• 10 •
– Todas aprovadas e fechadas. Eu e as meninas testamos. Agora é preparar o boneco para a China.
• 11 •
– Posso te contar? Comprei um colar maravilhoso para o lançamento.
• 12 •
– Chegou! Está na minha mão! Tá lindoooooooooooo!
• Sempre •
Já te falei obrigada hoje? Pela alegria, pela fé, pela música nas minhas filhas e em mim, pelo talento compartilhado, pela entrega e confiança, pela sinceridade, cumplicidade, parceria, pela amizade e pela verdade. Minha professora. Como dizem as meninas, “minha Margareth”, obrigada. Sempre.